BRAGANÇA PAULISTA
 
     
 

Município Estância Climática da região montanhosa da Serra da Mantiqueira, Bragança Paulista é um centro comercial e de serviços para as fazendas e indústrias da região. Seu desenvolvimento deve-se, principalmente, à iniciativa privada que implantou projetos pioneiros na região.
A Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista (FESB), instituída em 1967 com o nome de Faculdade de Ciências e Letras, e a instalação da Universidade São Francisco (USF), em 1976, fizeram com que Bragança fosse considerada uma cidade universitária. As centenas de universitários que vêm morar em Bragança aquecem a economia da cidade.
A qualidade de vida ainda é um dos fatores que atraem novos moradores a Bragança, embora muitos continuem trabalhando em São Paulo e Campinas.
Oferece excelente qualidade de vida aos seus moradores e não abriga favelas. É bastante arborizada, com clima agradável e livre de poluição. Possui boa infra-estrutura hoteleira. Seu nome presta uma homenagem à Casa de Bragança, Família Real Portuguesa.
Sua padroeira é a Nossa Senhora da Conceição.

 

 
     
 
  Localização:     Município da Região Macro
Metropolitana do Estado de São Paulo
         
  Área:     514,8 km2
         
  Limites:     Vargem, Piracaia, Atibaia, Jarinu,
Itatiba, Morungaba, Tuiuti, Pedra Bela, Pinhalzinho
         
  Altitude:     817 m
         
  Clima:     Ameno e úmido
         
  Temperatura:     média anual 22† C
         
  Distância da Capital:     99 km
         
  Economia:     Indústrias de transformação, agropecuária e agricultura
         
  Divisão Administrativa:     Bragança Paulista-sede
         
  População:     124.888 habitantes (2000)
         
  Criação do Município:     15 de dezembro de 1797
         
  CEP:     12900-000
         
  DDD:     11